Big Techs & Big Troubles

WhatsApp entra em Search

Published

on

/What’s Up?

O que agitou os últimos dias em nosso mercado

01/ WhatsApp adiciona possibilidade de achar um negócio próximo a você

O WhatsApp na tentativa de atrair usuários corporativos lançou um novo recurso que torna possível encontrar empresas dentro do aplicativo. A fase teste está rolando aqui mesmo, no Brasil, e permite que usuários do app encontrem lojas e serviços classificados por categorias como “mercearia” e “restaurante”. Para os comerciantes estarem listados no App é preciso um CNPJ ativo no WhatsApp Business. Essa nova ferramenta é também uma ação para o Zap reforçar o e-commerce em seus serviços, batendo de frente como Google Maps, que também veio adicionando soluções de commerce em sua plataforma, como já falamos por aqui.

02/ Impacto do YouTube no PIB brasileiro foi de R$ 3,4 bi em 2020

Um estudo feito pelo YouTube junto à consultoria Oxford Economics mostra que a rede social impactou o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil de 2020 em 3,4 bilhões de reais, gerando 122.000 empregos. Sabe quem sentiu esse resultado? As empresas e profissionais que começaram a entender o canal como uma estratégia de comunicação e relacionamento com seus consumidores. Cerca de 87% das empresas que possuem um canal afirmam que o YouTube as ajuda a entender seu público, 85% dizem que conseguiram aumentar a base de clientes e 92% dizem ser encontrados mais facilmente.

03/ Mídia Out of Home: alcance permanece alto, mesmo com pandemia

Estudo feito pela Hands Mobile em parceria com as principais empresas de Mídia Out-of-Home, chamado Mapa OOH, mostrou que, apesar da queda na movimentação de pessoas no último ano, o alcance das principais faces de OOH no país seguiram fortes. Os últimos dados de agosto mostram, inclusive, uma volta da audiência para as ruas próximas aos principais displays de OOH, praticamente igual ao período pré-pandemia.

04/ Mailchimp é comprado por US$ 12 bilhões

Em linha com o crescimento e aceleração do segmento de soluções “No Code”, que já falamos e explicamos aqui, a plataforma de envio de e-mail marketing queridinha de startups e de criadores de conteúdo foi vendida para a Intuit. A Intuit, por sua vez, é uma empresa que cria softwares financeiros e de gestão. A compra ressalta a importância crescente do marketing e da comunicação em setores mais variados dos negócios. E aqui vai uma história interessante sobre a Mailchimp: a empresa não havia recebido investimento externo desde que foi criada, lá em 2001, e cresceu no formato conhecido como Bootstrap.

/Following Up

Novidades dos assuntos que já temos acompanhado por aqui

05/ Apple pode não mudar sistema de pagamentos

Segundo o The Verge, a Maçã ainda está considerando se deve ou não aceitar as ordens do juiz norte-americano que acabou dando parte da causa ganha para a Epic Games. A companhia ainda está avaliando opções para recorrer à ordem que indicou que o iOS deve liberar os aplicativos para usarem sistemas próprios de pagamento. Ou seja: a briga continua.

/Betting Up

Notícias que não saíram mas que, por nossas análises, apostamos que devem acontecer em breve

06/ Novos Serviços e Produtos nas App Stores

Na semana passada nosso betting foi sobre o futuro das App Stores analisando a possibilidade de descentralização, abrindo espaço para novos players criarem lojas segmentadas e com novas abordagens, assunto que pautou também o Morse Trends da última sexta. Já o nosso betting desta semana vai no efeito colateral desse movimento: com novos players abrindo suas Lojas de Apps, trazendo a divulgação de aplicativos para dentro de e-commerces, marketplaces etc, não poderiam as App Stores, lojas nativas dos smartphones, começar a oferecer outros produtos e serviços?

/Coming Up

Radar do Morse sobre novas tendências, produtos e serviços

07/ S4, de Martin Sorrell, compra a empresa de serviços tecnológicos Zemoga

A S4Capital anunciou a fusão entre Zemoga e sua marca Media.Monks. Segundo a empresa, esse é um primeiro passo para a construção de sua terceira área de atuação em Serviços de Tecnologia. A Zemoga oferece serviços de transformação digital, especializada em design de produto, engenharia e serviços de entrega para clientes corporativos em vários setores verticais.

08/ Amazon oferece entrega gratuita em Deliveroo para assinantes Prime

A Amazon através de sua assinatura Prime está oferecendo um ano de Deliveroo Plus para seus clientes do Reino Unido. Essa parceria permite que os clientes tenham entregas gratuitas em pedidos acima de £ 25. Só para lembrar, a Amazon liderou uma rodada de financiamento de US$ 575 milhões na Deliveroo e parte do dinheiro usado pela empresa de delivery foi para melhorar o seu alcance de entregas.

09/ WhatsApp testa função de transcrição de áudio no iPhone

Em breve não vai ser preciso mais parar a sua música para ouvir um áudio no WhatsApp! Isso mesmo, o WhatsApp vai passar a oferecer um recurso nativo para transcrição de mensagens de voz recebidas. A princípio sendo desenvolvido apenas para iOS, os dados de voz serão enviados para a Apple e não para o Facebook (empresa que controla o WhatsApp) porque acreditam que a Apple pode melhorar sua tecnologia de reconhecimento de voz. Mas o WhatsApp ainda vai garantir que a nova modalidade seja protegida por criptografia de ponta a ponta, prezando a privacidade do usuário. Infelizmente, para todos nós que gostamos de mandar áudio, a nova função está em uma fase inicial e não se tem uma data para se tornar ativa.

10/ Amazon planeja evento de produtos de beleza

A Amazon insiste em ter uma fatia no mercado global de beleza e está planejando um evento de produtos de beleza para atrair compradores e impulsionar a posição da empresa em uma categoria em expansão. O evento vai acontecer do dia 4 até o dia 25 de outubro e está sendo organizado para direcionar o tráfego para as próximas promoções de feriados. Além disso, a empresa acredita que essa é uma oportunidade única para marcas selecionadas alcançarem mais compradores e novos clientes.

/Fighting Up

11/ Tencent vai permitir compartilhamento de links de rivais no WeChat

A pressão do governo chinês acabou fazendo a Big Tech transformar parte do seu produto. Até semana passada, o WeChat não permitia a listagem de itens que estivessem no e-commerce do Alibaba. Agora, os usuários poderão vender em uma das empresas rivais da Tencent e anunciar no super-app.

12/ /Coreia do Sul multa Google por bloquear personalização de Android

A Big Tech foi multada em 207 bilhões de wons (aproximadamente US$ 176,64 milhões) por não permitir versões individuais do seu sistema operacional em fabricantes. De acordo com a autoridade de comércio coreana, o contrato entre Google e as fabricantes de smartphone é um “abuso de posição de mercado que restringiu a concorrência no segmento de sistema operacional mobile”.

/Cashing Up

Deals que movimentam o mercado

13/ Americanas compra aplicativo de leitura Skoob

Dando um passo no mundo literário, o grupo Americanas comprou a rede social especializada em literatura Skoob. A compra foi motivada por uma estratégia de impulsionar o engajamento, a recorrência e o alcance de novos clientes. Claro que outro ponto é a forte presença do app Skoob que possui cerca de 8 milhões de usuários, o que permite uma forte presença no ambiente digital. Os valores da negociação não foram divulgados.

14/ SoftBank afirma que vai investir pelo menos US$ 3 bilhões na America Latina

O SoftBank está de olho na América Latina e planeja investir US$ 3 bilhões para dar início a um segundo fundo focado em investimentos em empresas de tecnologia. O Latin America Fund II da SoftBank planeja seu investimento em empresas que utilizam tecnologias como inteligência artificial em e-commerce e serviços financeiros digitais, bem como em projetos de blockchain. No radar já temos que a operação vai acontecer em Miami, São Paulo e Cidade do México. Lembrando que no primeiro semestre deste ano foram investidos US$ 9,3 bilhões na América Latina, o que nos mostra que essa região está sendo bem vista e que está semeando um número crescente de empresas valiosas.

15/ Canva é avaliado em US$ 40 bilhões

Mais uma notícia mostrando o crescimento do mercado “No Code” / “Low Code”, o Canva, a plataforma conhecida como o queridinho dos layouts, foi avaliada em US$ 40 bilhões após um investimento de US$ 200 milhões em uma rodada liderada por T. Rowe Price. Participaram da rodada também a Franklin Templeton, Sequoia Capital Global Equities, Bessemer Venture Partners, Greenoaks Capital, Dragoneer Investments, Blackbird, Felicis e AirTree Ventures. Com essa rodada o Canva atingiu o patamar de uma das empresas de software mais valiosas do mundo. Para saber mais sobre a história do Canva, temos um Ghost Interview com a Melanie Perkins, fundadora e CEO da empresa, e para te contextualizar um pouco mais dessa movimentação recente, confira nosso texto com um leve aprofundamento do assunto aqui.

16/ Discord recebe investimento de US$ 500 milhões e é avaliada em US$ 15 bilhões

Aplicativo de conversas usado por gamers foi avaliado em US$ 15 bilhões após rodada de aporte que foi liderada pelo grupo Dragoneer Investment, mas contou com apoio de outros fundos como Baillie Gifford & Co, Coatue Management, Fidelity Management & Research Co. e Franklin Templeton. Na última avaliação, feita após investimento no ano passado, o Discord valia US$ 7 bilhões.

/Hurry Up

SpaceX lança foguete com tripulação de civis no espaço (Space.com)

Apple lança novo iPhone – mas não surpreende o público (NYTimes)

Zoom vai operar no Facebook VR (The Verge)

Continue Reading
300x250

Posts recentes

Categorias

Trending

Copyright © 2021 Morse News