Ghost Interview

Por de trás da experiência do Snap

Bobby Murphy, co-fundador e CTO da Snap, vê AR como o próximo grande impulsionador

Published

on

Muito do crédito pela natureza da Snap foi atribuído ao CEO e cofundador da Snap, Evan Spiegel, mas nos bastidores, a pessoa responsável por fazer essa experiência funcionar foi o cofundador da Spiegel, o CTO da Snap, Bobby Murphy. Ele é o co-fundador e CTO da Snap que foi criada ainda quando Evan e Bobby eram estudantes de Stanford. Ele foi nomeado como uma das “100 pessoas mais influentes em 2014” pela Time . Em 2015, Murphy foi listado pela primeira vez e se tornou o segundo bilionário mais jovem do mundo pela Forbes. Bobby é o “gênio técnico silencioso” que está transformando a Snap, construindo suas raízes como um aplicativo de mensagens visuais para trazer a realidade aumentada para a vida de mais de 200 milhões de pessoas sem que elas percebam. E para falar sobre o assunto, trouxemos Bobby para o Ghost Interview de hoje! 🙂 

A chave para esses esforços de AR é a plataforma Lens da Snap, que inclui seu conjunto de autoria Lens Studio AR e uma comunidade com mais de 250 mil criadores. Explica para a gente como funciona e as possibilidades! 

Qualquer desenvolvedor pode trazer  seus próprios modelos de aprendizado de máquina para o Lens. Através disso, vimos alguns casos de uso muito inesperados e surpreendentes. Alguém fez um filtro que ajuda a identificar espécies de pássaros ou traduzir objetos. Uma parceria com a Disney é um exemplo de onde as coisas estão indo…A Disney acaba de lançar algo para o Disney World Park, onde os visitantes podem usar seu aplicativo My Disney Experience para desbloquear algumas experiências de realidade aumentada realmente incríveis, incluindo um filtro conectado ao Disney Castle.

(Entrevista Protocol – Dezembro 2021)

Como os criadores do Lens estão se saindo na plataforma e as oportunidades de negócios que o AR representa? 

Vimos a maior parte do engajamento em torno da Realidade Aumentada estar enraizado no que chamaríamos de expressão criativa. São filtros que são realmente engraçados e divertidos e representam formas de se expressar. Vimos histórias de sucesso de criadores de Lens na Índia. Por exemplo, um estudante Jagmeet Singh viu suas Lenses terem mais de um bilhão de visualizações. A Smoke Flare Lens da Índia teve mais de 30 bilhões de visualizações.

(Indian Express – 2021

Vocês fizeram recentemente diversas integrações com empresas de e-commerce. Como isso se aplica ao comércio? 

As pessoas reconhecem que o AR é uma maneira de ajudar os consumidores a comprar e visualizar produtos antes de comprá-los. A AR está se expandindo rapidamente para uma ampla variedade de casos de uso. Esperamos que, nos próximos anos, mais e mais empresas percebam que a RA é uma maneira fantástica de criar experiências de cliente altamente diferenciadas. Acho que à medida que isso começa a acontecer cada vez mais, os tipos de habilidades que os primeiros criadores do Lens estão desenvolvendo serão cada vez mais procurados.

(Indian Express – 2021

O que a tecnologia de AR precisa evoluir e como você vê isso aplicado na estratégia da Snap?

A AR exigirá alguns saltos reais no desenvolvimento de hardware para chegar a um lugar onde tenhamos uma tela confortável, leve e poderosa que possamos usar por muitas horas durante o dia. Nossa estratégia para ter sucesso em AR está enraizada em atingir um impacto prático tangível nos próximos dois, três a cinco anos e, em seguida, continuar a construir essa base em direção a um futuro em que o hardware seja mais capaz. 

(Entrevista Protocol – Dezembro 2021)

Quais são os próximos passos da Snap frente a AR?

Continuaremos procurando oportunidades para trabalhar com qualquer empresa que esteja fazendo um trabalho inovador no espaço. Quer estejamos construindo nosso próprio hardware ou operando nosso software em hardware de outras empresas, vamos capacitar a melhor forma de experiências de AR que pudermos. 

(Entrevista Protocol – Dezembro 2021)

Qual a diferença entre realidade aumentada e virtual?

AR é muito diferente de VR (realidade virtual), e acreditamos que o espaço de oportunidade em AR é muitas ordens de magnitude maior. A realidade virtual é uma simulação gerada por computador de um ambiente e imerge o usuário fazendo com que ele se sinta na realidade simulada por meio de imagens e sons. Em contraste, a realidade aumentada sobrepõe imagens geradas por computador a uma realidade existente, trazendo componentes digitais para o mundo real.

(DailyMail – Abril 2022

Vocês têm uma forte presença e crescimento no mercado indiano. Como você analisa a adoção e o movimento do Snapchat? 

Alcançamos mais de 100 milhões de Snapchatters na Índia. Isso é em grande parte um testemunho do tremendo trabalho de nossa equipe baseada na Índia, bem como de membros de nossa equipe fora da Índia, que estão apoiando muitas das parcerias locais com organizações e empresas. Vimos o envolvimento acontecendo em torno da realidade aumentada não apenas no Snapchat, mas também em outros aplicativos com os quais estamos trabalhando.

(Indian Express – 2021

Como você acredita que as empresas devem ver a AR?

De um modo geral, sim, vemos Lenses como realmente uma estrutura altamente funcional para fazer uma ampla gama de coisas. Da mesma forma que colocamos experiências criativas em camadas no envolvimento da câmera existente, agora que temos esse envolvimento com AR, podemos começar a adicionar camadas e expandir os casos de uso. Trata-se realmente de fazer essa jornada com nossos usuários. Estamos nesse tipo de período, eu não chamaria de transição, mas certamente é um período de expansão. Atualmente, a câmera é usada predominantemente para tirar fotos e se comunicar com seus amigos. Vemos um mundo futuro em que a comunicação da câmera se torna uma das muitas coisas diferentes.

(Entrevista ao The Fast Company – 2019

Como será o futuro da AR? 

Se você pensar no futuro distante da AR em que você pode, em qualquer dispositivo, olhar para o mundo e tudo ganha vida de alguma forma significativa, útil ou valiosa, para que esse mundo exista, precisamos de uma tremenda quantidade de conteúdo a ser construída especificamente com essa interação de interface em mente. Sabemos que a melhor maneira de fazer isso é usar a mesma ferramenta que construímos internamente para criar alguns casos de uso maravilhosos e criativos e expandi-la para um ecossistema mais amplo.

(Entrevista ao The Fast Company – 2019)  

Continue Reading
300x250

Posts recentes

Categorias

Trending

Copyright © 2021 Morse News