Morse News

TikTok na realidade virtual & o golpe dos ads falsos na TV

As principais notícias da semana sobre tecnologia, inovação e negócios categorizadas e comentadas pela equipe do Morse

Published

on

/What’s Up?

O que agitou os últimos dias em nosso mercado

01/ Dona de TikTok vai comprar empresa de hardware de realidade virtual A ByteDance está de olho na Pico Interactive, fabricante de headsets de realidade virtual. A empresa é conhecida na China por vender seu hardware de VR e, por lá, já ganhou um espaço que o Oculus, do Facebook, não tem. Lembrando aqui que, nesta semana, o TikTok colocou o seu estúdio de efeitos de realidade aumentada no ar, voltado para desenvolvedores terceiros. Juntando essas duas pontas, será que a ByteDance também quer criar o seu metaverso?

02/ Fake ads para TVs conectadas já fez mercado perder milhões de dólares Um grupo de criminosos conseguiu criar um esquema fraudulento milionário que envolve ads programáticos para televisões conectadas. Segundo a Method Media Intelligence, o scam levou US$ 10 milhões por mês de um orçamento que deveria ir para ads em CTVs. O grupo se identifica como uma plataforma programática para streaming, e submete ad requests fantasmas. Eles recriam um ad slot fake, e muitas agências compram, por parecer convincente. De acordo com a MMI, quase 50% dos requests de ads programáticos em tvs conectadas são falsos. Fiquem de olho!

03/ Newsletters são a nova forma de fugir dos algoritmos das redes sociais Grandes editoras como The Los Angeles Times, New York Magazine e Quartz estão apostando em newsletters para engajar seus usuários antigos. Algumas dessas editoras conseguem uma taxa de conversão entre 22% e 35% maior de usuários pagantes quando suas produções são distribuídas via e-mail. Esse serviço de curadoria dedicada para assinantes se mostra como um diferencial por solucionar problemas como o excesso de conteúdo e criam um relacionamento direto com seus consumidores. O que podíamos dizer, estando nessa há três anos: #agentejásabia.

04/ Apple vai permitir que desenvolvedores se comuniquem com usuários de app via e-mail A Apple chegou em um acordo ao processo movido contra ela por desenvolvedores nos EUA em 2019. Só para recapitular, o processo foi feito afirmando que a Apple estava envolvida em práticas anticompetitivas ao permitir apenas downloads de apps do iPhone, e pagamentos in app, por meio da App Store. O acordo proposto pela Apple ainda está pendente de aprovação do tribunal e inclui que os desenvolvedores poderão compartilhar informações sobre como pagar por compras fora do sistema de pagamentos da App Store e poderão ter um espaço para se comunicar com seus clientes por e-mail ou outros serviços de mensageria, para criar uma conexão direta com a audiência.

/Following Up

Novidades dos assuntos que já temos acompanhado por aqui

05/ Walmart lança sua DSP e promete conexão entre audiência online e offline Lá em janeiro, a gente tinha falado de uma parceria entre a Walmart e a The Trade Desk para que a gigante do varejo norte-americana criasse a sua DSP. Pois bem, a empresa agora deu mais informações sobre a ferramenta, que vai ao ar oficialmente em outubro. A DSP vai contar com um “twist”: vai conseguir chegar na audiência também das lojas físicas do Walmart – grande responsável pelas vendas do grupo. Ah, falando em Walmart, eles criaram um serviço white-label de entregas locais lá nos Estados Unidos.

06/ ​​Netflix começa a testar jogos no Android A Netflix já começou a dar seus primeiros passos no mundo gamer e seu piloto será voltado para os usuários de Android da Polônia. A empresa apostou na série Stranger Things e lançou dois jogos: Stranger Things 1984 e Stranger Things 3. A princípio a gigante do streaming está apostando na melhor experiência do usuário e deixando a plataforma sem anúncios e sem abordagem de compras. Para os fãs das produções originais da Netflix que estão ansiosos para testar a nova funcionalidade, infelizmente ainda não se tem uma data definida para sua expansão em outros países.

07/ OnlyFans culpa bancos por proibição de conteúdos adultos O mistério do porquê da OnlyFans querer parar com o conteúdo foi respondido com uma palavra: bancos. Isso mesmo, os bancos estavam por trás da recente proibição da plataforma de arrecadação de fundos online de conteúdo +18. Outro segmento que está colocando pressão são os processadores de pagamento, como MasterCard e Visa, que estão sendo pressionados para restringirem o uso de seus cartões para pagar por conteúdo sexual e aparentemente pressionados a cortar as plataformas que permitem material sexual sem controle efetivo contra riscos de conteúdo de abuso infantil e pornografia não consensual.

08/ Brasil: abertura de pequenas empresas bate recorde no primeiro semestre de 2021 No Morse gostamos de falar de recordes e os números mostram que os seis primeiros meses do ano fizeram história quando falamos de abertura de empresas no país. De acordo com o Sebrae, foram criados, no primeiro semestre deste ano, 2,1 milhões de pequenos negócios, 35% a mais que no ano passado e a maior alta desde 2015. Já os microempreendedores individuais (MEI) tiveram um aumento de cerca de 34% e chegaram a 1,6 milhão de negócios formalizados no mesmo período. As empresas de pequeno porte também acompanham esse crescimento com um aumento de cerca de 46%. O desafio agora, como falamos no Morse de sexta passada, é ajudar esses negócios em sua digitalização para se tornarem mais competitivos e escaláveis.

/Betting Up

Notícias que não saíram mas que, por nossas análises, apostamos que devem acontecer em breve

09/ Um “Mercado Livre” das soluções digitais Na semana passada falamos um pouco sobre os desafios das PMEs em sua digitalização. Se você é uma PME, ou possui soluções voltadas às PMEs, recomendamos muito essa leitura 🙂 Bom, e analisando com calma os principais motivos para as PMEs não se digitalizarem, como falta de conhecimento sobre as soluções existentes, o desafio em encontrar soluções e dificuldade na implementação, pensamos aqui se não estaria fazendo falta um “Mercado Livre” de Soluções e Ferramentas Digitais…. Um local no qual as milhares de soluções existentes pudessem se apresentar, de forma organizada, para os milhões de PMEs em busca de digitalizar e acelerar seus negócios? #DigitalizaAí 🙂

/Coming Up

Radar do Morse sobre novas tendências, produtos e serviços

10/ ESPN vai licenciar sua marca para empresas de apostas digitais A Disney está procurando as maiores empresas de apostas digitais em esportes para licenciar a sua marca num acordo que pode levantar perto de US$ 3 bilhões. Segundo o Wall Street Journal, a ESPN já teria conversado com o Draft Kings para seguir com este contrato. Este é um formato interessante de uma empresa de mídia ganhar com a sua força como publisher, inclusive.

11/ Afterpay lança novas soluções de publicidade A Afterpay, fintech que foi recentemente comprada pela Square, que oferece a opção de usuários parcelarem as compras no cartão, estreou o Afterpay Ads. A ideia é usar os espaços do aplicativo do Afterpay e também do marketplace online da fintech para ter banners para marcas. Por eles oferecerem esta facilidade do “pay later”, o nosso conhecido parcelado sem juros, o aplicativo da Afterpay tem 30 milhões de ligações diretas para varejistas por mês, um potencial bem grande para as marcas. Com essa nova modalidade, as marcas podem colocar anúncios em destaque no aplicativo e ampliar as promoções que já existem por lá.

12/ As Big Techs prometem bilhões para ajudar a reforçar segurança cibernética dos EUA As big techs estão olhando para uma questão tecnológica e fazendo seu papel para reforçar a segurança cibernética dos Estados Unidos. As promessas variam de acordo com a empresa, mas vão desde gastar bilhões em infraestrutura cibernética até oferecer ajuda e educação para cadeia de suprimentos. Algumas das medidas são: a Apple e a Amazon planejam oferecer novos treinamentos de segurança, o Google e a Microsoft vão investir alguns bilhões nos próximos 5 anos para fortalecer a segurança e a cadeia de suprimento de software.

13/ TikTok testa guias de compras com comerciantes selecionados do Shopify O TikTok resolveu testar uma nova forma de compra dentro do seu aplicativo pensando na parceria com o Shopify. Chamada de TikTok Shopping, a plataforma que está em teste piloto em alguns países permite que os comerciantes usem uma nova guia de compras e links para vender produtos nas vitrines do Shopify. Para poder usar essa nova ferramenta os comerciantes do Shopify precisam estar logados em uma conta do TikTok for Business para que assim tenham sincronização dos catálogos e uma mini-vitrine que irá direcionar os usuários através de um link para a loja online.

/Hurry Up

Mercado Livre compra plataforma de entregas Kangu (Folha de S.Paulo)

China vai proibir que empresas “fortes em dados” façam IPO nos EUA (WSJ)

Amazon fecha parceria com Affirm e passa a oferecer compra parcelada sem juros nos Estados Unidos (CNBC)

Continue Reading
300x250

Posts recentes

Categorias

Trending

Copyright © 2021 Morse News