Ghost Interview

Inovação e Conteúdo da Getty Images

Craig Peters é CEO da plataforma líder mundial de licenciamento de conteúdo

Published

on

Craig Peters é CEO da Getty Images, a plataforma líder mundial de licenciamento de conteúdo. Como CEO, Craig tem responsabilidade geral pela organização em suas marcas Getty Images, iStock e Unsplash e é membro do Conselho de Administração da Getty Images. Craig ingressou na Getty Images em 2007 e antes de ser nomeado CEO em 2019, Craig atuou como Diretor de Operações com cargos de liderança anteriores em Conteúdo, Produto, Marketing, Tecnologia e Desenvolvimento de Negócios. Antes de ingressar na Getty Images, Craig ocupou cargos importantes de liderança em mídia e tecnologia em organizações estabelecidas e em estágio inicial. Entre eles estão WireImage (adquirida pela Getty Images), FOX Sports Interactive, entre outras. Em 2005, enquanto estava no PGA TOUR, Craig aceitou um Emmy pela National Television Academy por ‘Outstanding Achievement in Advanced Media Technology for the Enhancement of Original Television Content’.

Qual foi o aspecto mais surpreendente de ser CEO da Getty Images desde que você assumiu o cargo em janeiro?

Eu estava dentro da empresa desde 2007, ou seja, eu já estava muito familiarizado com seu conteúdo, cultura e clientes ao assumir o cargo de CEO. Dada essa familiaridade, a maior surpresa da transição de COO para CEO foi o tempo e a atenção necessária para manter e avançar a cultura da empresa.Também é algo em que estamos muito focados em continuar melhorando e evoluindo para garantir que possamos continuar atraindo grandes talentos e também garantir que todos os nossos funcionários possam contribuir ao máximo. 

(The Ladders – 2019)

A Getty Images, tal como empresas como Uber e Airbnb, aposta na economia colaborativa, criando uma plataforma para as pessoas ganharem dinheiro. Qual a sua visão sobre esse novo mercado de trabalho?

Essa nova economia dá mais liberdade para a força de trabalho ao criar uma oportunidade que antes não necessariamente existia. Ela também garante mais flexibilidade para os trabalhadores. É claro que há questões de sustentabilidade que precisam ser resolvidas com o questionamento se esse modelo está dando retorno suficiente ao trabalhador.

(Exame – 2019

Você pode descrever seu estilo de gestão? Isso muda ao lidar com funcionários de diferentes gerações?

Não vario meu estilo ao interagir com diferentes gerações. Fazer isso pressupõe que eu tenha uma compreensão das diferenças geracionais e que essas diferenças geracionais sejam uniformes, quando não são – e é por isso que não me sinto confortável com nenhuma das suposições. Em vez disso, minha abordagem baseia-se na crença de que cada funcionário está investindo seu tempo, sua carreira e seu sustento (e potencialmente de sua família) na Getty Images e todos querem ter sucesso nesse investimento. Como resultado, tento respeitar esse investimento e ser igualmente transparente sobre a direção e o desempenho da empresa como todos nós, como indivíduo.

(The Ladders – 2019)

Qual é o seu conselho para acompanhar a tecnologia em constante mudança, bem como as formas como as pessoas interagem com a tecnologia?

Quando a Getty Images começou, a fotografia ainda estava em filme, não havia comércio eletrônico, os telefones celulares eram para chamadas telefônicas e a fundação do Facebook e das mídias sociais ainda havia 10 anos. Um aprendizado importante ao ver a Getty Images navegar por toda essa mudança é lembrar que, em nossa essência, produzimos e fornecemos ótimo conteúdo. Nossa missão é mover o mundo com imagens e é nosso conteúdo que cria emoção e engajamento, independentemente de como é capturado ou do meio em que é exibido. Precisamos manter nosso foco em nossa missão principal e proposta de valor e incorporar a tecnologia como meio de expandir nosso alcance, melhorar a eficiência e simplificar a entrega dessa proposta principal. 

(The Ladders – 2019)

O que mais te inspira no seu trabalho?

Todos os dias estamos gerando imagens de tópicos que são importantes para o mundo. Todos os dias, tenho o benefício de entrar neste negócio e passar meus primeiros 30 a 60 minutos olhando fotos, estejam elas paradas ou em movimento. Todos os dias há uma imagem que me chama a atenção.

(The CEO Magazine)

Como as redes sociais mudaram a forma como a imagem é utilizada no ambiente digital?

As redes sociais se tornaram a forma como as pessoas se comunicam, principalmente por smartphones. Antes, as fotos eram tratadas como um complemento das mensagens. Isso mudou. As novas gerações são mais visuais e isso importa para o engajamento das marcas neste ambiente.

(Exame – 2019

Como você acha que o futuro do trabalho afeta o que a Getty Images faz?

Na Getty Images, temos o que chamamos de princípios de trabalho flexíveis. Observe que não são políticas — são princípios. Isso ocorre porque reconhecemos que os indivíduos têm vidas e compromissos fora da empresa e reconhecemos que a tecnologia pode permitir um trabalho mais eficiente e distribuído globalmente. Também reconhecemos que nossa cultura é fortalecida por meio da interação comunitária e que nosso trabalho é definido não apenas pelo nosso desempenho, mas pela forma como ajudamos e capacitamos os outros a desempenharem. Sinceramente, não sou inteligente o suficiente para saber quais novas ferramentas, tecnologias ou tendências surgirão no futuro, mas acredito que esses princípios nos ajudarão a equilibrar tudo no futuro e garantir que somos a melhor Getty Images que podemos ser.

(The Ladders – 2019)

A inovação é importante na Getty Images. Quais são as coisas que você está fazendo ativamente para criar uma cultura que promova a inovação em toda a empresa?

Tudo começa com nossos esforços e compromisso de diversidade e inclusão. Precisamos de pessoas talentosas com diversas experiências e perspectivas para produzir as melhores ideias e uma estrutura que permita que essas ideias fluam livremente por toda a organização. Isso, por sua vez, nos ajuda a criar uma cultura que limita a hierarquia e, ao mesmo tempo, acolhe desafios ao status quo. Podemos então concentrar nossos esforços para garantir que essas ideias sejam rigorosamente exploradas antes de serem colocadas em ação ou deixadas de lado. Vamos equiparar uma ideia a uma semente. Algumas sementes são ervas daninhas que você não quer plantar, mas as sementes que você deseja plantar geralmente exigem uma quantidade considerável de esforço e atenção antes que possam dar frutos. Como resultado, precisamos ser rigorosos em nossa avaliação de cada um antes de avançar.

(The Ladders – 2019)

Como a Getty Images usa as novas tecnologias para otimizar seus processos?

O uso da inteligência artificial serve para que possamos analisar detalhadamente as imagens que armazenamos. Assim, é possível certificar que não há duplicidade e que o arquivo foi não manipulado ou está infringindo algum direito de propriedade.

(Exame – 2019

Além de inteligência artificial, há investimentos em machine learning?

Temos uma equipe de mais de 50 profissionais que são nossos “especialistas visuais”. Eles visualizam milhares de fotos por mês. Utilizamos esse poder cerebral para treinar nossos dispositivos de inteligência artificial para entender as imagens e otimizar o algoritmo de busca.

(Exame – 2019

Continue Reading
300x250

Posts recentes

Categorias

Trending

Copyright © 2021 Morse News