News

Google quer reconquistar a geração Z & ByteDance quer lançar novos produtos

Twitter fecha escritórios e foca no home office, Meta enfrenta obstáculos no metaverso e fora dele também

Published

on

/What´s Up?
O que agitou os últimos dias em nosso mercado

01/ Google lança campanha para reconquistar a preferência da geração Z, porém com argumentos que pautam desafios de um público mais velho

A campanha “Let’s Internet Better” traz um alerta para desinformação e golpes através de uma série de vídeos animados, com o intuito de fazer as pessoas tomarem mais cuidado com as informações que consomem online, usando a pesquisa do Google para conferir veracidade. Mesmo o Google ainda sendo o principal mecanismo de busca, jovens estão cada vez mais voltando às redes sociais para informações. Assim, a empresa pretende incorporar o humor e estética da geração Z, fechando parcerias com criadores do TikTok. Porém, dados apontam que o público mais suscetível à golpes são os usuários mais velhos e o Google investiu em uma campanha com linguagem mais jovem. Isso mostra que a campanha é algo importante para a plataforma entender novos comportamentos do consumidor e não apenas proteger seus usuários de fraudes.

02/ A ByteDance registrou um novo app, Kesong, que possui proposta parecida com o Instagram em sua origem

Enquanto todos querem ser TikTok, a dona do aplicativo está olhando oportunidades justamente nas frentes em que alguns estão abandonando… Segundo a ByteDance, o novo aplicativo não quer competir com o Instagram, a proposta é alcançar o público da China onde o aplicativo não está disponível. O Kesong competiria na verdade com o XiaoHongShu, plataforma local. Mesmo assim não podemos negar a coincidência, levando em consideração as campanhas recentes pedindo para que o Instagram volte a ser o que era. ByteDance afirma que a dinâmica comercial da China é diferente e que eles não têm o que ganhar com essa onda de insatisfação. Fontes especulam que, mesmo sem o intuito de competitividade, eventualmente o Kesong pode ser expandido para outros mercados, atraindo consumidores insatisfeitos e que buscam a proposta original do Instagram.

03/ O Instagram voltará atrás em algumas mudanças recentes na plataforma após uma semana de críticas crescentes

A versão teste do aplicativo que abriu para fotos e vídeos em tela cheia será desativada nas próximas uma a duas semanas, e o Instagram também reduzirá o número de postagens recomendadas no aplicativo à medida que trabalha para melhorar seus algoritmos. As mudanças ocorrem em meio à crescente frustração do usuário com uma série de mudanças no Instagram projetadas para ajudá-lo a competir melhor com o TikTok e navegar pela mudança mais ampla no comportamento do usuário, deixando de postar fotos estáticas para assistir a mais vídeos. Os redesenhos geralmente provocam insatisfação nos usuários, mas, neste caso, a insatisfação foi apoiada pelos próprios dados internos do Instagram. O chefe do Instagram, Adam Mosseri, deixou claro que a mudança o retiro que o Instagram anunciou não é permanente.

04/ Twitter fecha escritórios e funcionários trabalharão de home office para sempre

Funcionários de várias cidades americanas começarão a trabalhar de home office por um tempo indeterminado. O Twitter reduzirá sua presença nos escritórios de Nova York, Sydney e São Francisco, além de abandonar o projeto de abrir uma sede em Oakland, e outros escritórios poderão fechar após o vencimento do aluguel. A aposta no home office vem com os custos e alta no preço de energia em mente, mas as reduções de escritório não converteram em demissões. Outras empresas como a Amazon, a Salesforce e a Meta também tomaram atitudes para diminuir o seu custo e reduzir espaço. A decisão vai diretamente contra o que Elon Musk preza, tendo deixado claro que seus funcionários na Tesla que não fossem ao escritório seriam demitidos.

05/ Google adia para 2024 o fim do suporte aos cookies de terceiros

O fim ao suporte ao cookie de terceiros pelo Google foi inicialmente previsto para 2022, sendo eventualmente adiado para 2023. Para anunciantes que ainda dependem dos cookies para segmentar os anúncios online, a notícia foi um alívio. Porém, a preocupação em volta dos cookies e privacidade é algo que está presente no mercado há um tempo e o fim do suporte é algo inevitável que está sendo adiado. Outras plataformas, como o Safari da Apple, já eliminaram os cookies de terceiros em nome da privacidade. Vale entender o quanto o Google está flexibilizando essa decisão dado à pressão do processo antitruste que estão sofrendo.

06/ A Meta pode estar enfrentando seus primeiros obstáculos reais na construção do metaverso, com a FTC se movendo para bloquear a aquisição da empresa de fitness VR Within

A FTC (Federal Trade Commission), sob a nova presidente Lina Khan, que tem sido uma crítica vocal da monopolização corporativa, decidiu impedir a Meta de adquirir a Within com base no fato de que a fusão seria anticompetitiva, com a Meta escolhendo, de acordo com o processo da FTC, comprar uma empresa, em vez de competir com a Within ‘por seus méritos’. A Meta anunciou inicialmente a aquisição da Within em outubro do ano passado, o que parecia um movimento bastante lógico, mas com as aquisições do Instagram e do WhatsApp provavelmente em mente, a FTC diz que a Meta está procurando dominar o mercado, em vez de construir suas próprias ferramentas. A presidente da FTC diz que adquirindo a empresa ao invés de construir seu próprio aplicativo, a Meta está prejudicando a inovação e diminuindo a competitividade e escolha dos usuários.

/Following Up
Aquelas notícias que merecem um retorno 

07/ Nas últimas semanas, o TikTok começou a testar uma pequena coleção de mini jogos em seu aplicativo

Existem nove jogos disponíveis como parte desta iniciativa, que podem ser adicionados a um vídeo antes de ser carregado como link. Os espectadores podem jogar o jogo vinculado tocando no link que aparece abaixo do nome de usuário da conta durante a reprodução de um vídeo e, ao jogar, há a opção de gravar a jogabilidade e posteriormente publicá-la como um TikTok. O teste foi projetado para explorar como os usuários do TikTok interagem e criam conteúdo em torno dos jogos. Os jogos são desenvolvidos por vários estúdios de jogos de terceiros, mas vale ressaltar que a ByteDance comprou um estúdio de jogos próprio no ano passado, a Moonton Technology. Falamos sobre esse tema no #MorseTrends “Seu negócio pode ser gamificação?”.

08/ Avatares podem custar até R$ 150 mil e são nova aposta das celebridades. Biobots, startup especializada em Web3 e metaverso, criou a Pink, avatar da empreendedora Bianca Andrade

Essa nova modalidade vem ganhando força desde o ano passado. Principalmente pela velocidade com que estão surgindo projetos envolvendo artistas e celebridades com suas representações digitais. A Biobots, startup especializada em Web3 e metaverso que lançou a avatar de Sabrina Sato, criou na semana passada a Pink, avatar da empreendedora Bianca Andrade, fundadora da Boca Rosa Company. De acordo com a empresária, a Pink é um avatar que tem responsabilidade social e o objetivo de levar inovação. Ela vai liderar os projetos da holding Boca Rosa Company que envolve as marcas Boca Rosa Beauty e Hair. Outros famosos já estão com contrato assinado e lançamento previsto para os próximos meses, como Deborah Secco e Maria Flor, Cauã Reymond, Ticiane Pinheiro, Rafa Kalimann, Luiza Possi, Duda Nagle, Doutor Alberto Cordeiro, Nina Silva e Natalia Beauty. Aqui pelo Morse já falamos sobre essa temática em ‘Real para virtual e vice-versa’. Confira! 

/Coming Up
Radar do Morse sobre novas tendências, produtos e serviços

09/  O YouTube está tentando tornar ainda mais fácil para os criadores transformar seus vídeos mais longos em Shorts adicionando uma nova ferramenta “Edit into a Short”

Ele permitirá que os criadores selecionem até 60 segundos de um de seus vídeos e levem o clipe para o editor de curtas. A partir daí, eles podem adicionar coisas como texto, filtros, bem como vídeos adicionais gravados com a câmera Shorts ou retirados de sua biblioteca de fotos. O Short finalizado será vinculado ao vídeo completo do qual foi recortado, o que pode ajudar a tornar o Shorts uma ferramenta promocional ideal para o conteúdo mais longo do criador. O YouTube colocou muito foco em Shorts desde o lançamento, tentando incentivar os criadores a usar o formato criando um fundo que pagava aos criadores ao enviarem o vídeo.


10/ 
A Best Buy lançou sua primeira pequena loja de varejo, focada na experiência digital, para venda  de produtos de tecnologia de pequeno porte

Esta nova loja de 460 metros quadrados apresentará uma seleção de produtos de home theater e áudio, computação, fones de ouvido, wearables, fitness, telefones celulares, câmeras, casa inteligente, pequenos eletrodomésticos e muito mais. A Best Buy está testando também a compra digital que permite com que os clientes realizem todas as etapas da compra online enquanto estão na loja. A loja conta com um Geek Squad e áreas de serviços de consultoria. Vale lembrar que, em idos de 2010, a Best Buy inovou com a criação da Twelpeforce, que colocava sua equipe de venda e atendimento das lojas disponível também para atendimento ao Cliente no Twitter.

11/ O Google está tentando reduzir tanto os anúncios irritantes e não puláveis ​​em aplicativos Android quanto o mau comportamento geral na Play Store

A empresa anunciou amplas mudanças de política que atualizam as regras em várias categorias para serem mais específicas, reprimindo as brechas que os desenvolvedores podem ter usado para contornar as regras existentes.  A nova política informa aos desenvolvedores que os aplicativos não podem exibir um anúncio em tela cheia que não permite fechá-lo após 15 segundos. Os aplicativos não poderão implementar suas próprias VPNs para coletar dados do usuário, a menos que obtenham permissão explícita do usuário, nem poderão usar VPNs para ajudar os usuários a ignorar ou alterar anúncios de outros aplicativos. A atualização incluirá diversas outras mudanças que visam a melhor experiência e segurança do usuário, mas também garantem o ecossistema de negócios de publicidade da empresa.

12/ ByteDance planeja expandir sua atuação no streaming de música para os Estados Unidos, lançando o “TikTok Music”

A plataforma permitirá que os usuários comprem, baixem, compartilhem e escutem, além de criar e reproduzir músicas e álbuns. O diferencial da proposta dos seus concorrentes, como Spotify e Apple Music, é o vínculo com o TikTok em si e as possibilidades de utilizar as músicas na plataforma para produzir conteúdo na rede social. A ByteDance já atua no segmento de música em alguns mercados, como Brasil e Índia, com o aplicativo Resso, que possui a mesma proposta do TikTok Music. É possível que essa nova plataforma possua outro nome ou até que a ByteDance decida lançar o Resso nos Estados Unidos embaixo de um novo nome para acentuar a proximidade com a rede social.

13/ Vivo e Ânima criam a edtech Vivae com foco em formação profissionalizante e oportunidades de emprego

A Vivae terá o foco na oferta de cursos livres para capacitação e empregabilidade nas áreas de tecnologia, gestão, negócios e turismo e terá a busca por vagas de empregos em empresas parceiras em sua plataforma. A criação da Vivae faz parte de um movimento estratégico das operadoras móveis de buscarem parcerias mais profundas em novas frentes de negócio digitais, expandindo suas fronteiras de atuação. Outras operadoras, como a TIM, seguem o mesmo caminho, criando parcerias com o C6 Bank, Kroton e FS, ganhando participação minoritária e atingindo metas.

/Gaming Up
Deals que Tendências, dados e notícias sobre o universo gamer para marcas. Projeto em parceria com a TripleA.Games

14/ Sony reduz previsão de lucro após enfraquecimento dos videogames

A queda da demanda e o enfraquecimento dos games foram atribuídos à falta de novos jogos e ao fim de medidas de isolamento social. O lucro operacional da unidade de games da Sony caiu 37% no trimestre de abril a junho em relação ao mesmo período do ano anterior. A Sony cita uma expectativa de queda nas vendas de jogos e desenvolvedores externos e corta a previsão de lucro da unidade em 16%. A previsão de lucro operacional da Sony como um todo para o ano fiscal até março próximo foi reduzida em 4%, para 1,11 trilhão de ienes (US$ 8,37 bilhões), tendo um aumento de 9,6% no lucro, impulsionado pela demanda por filmes e programas de TV.

15/ O Grupo Dreamers se junta à Black Dragons e cria uma nova unidade de negócios voltada para games e eSports

O grupo proprietário do Rock in Rio,constituído pela Artplan e Convert, decidiu olhar o mercado e procurar talentos que vivenciassem o ambiente dos esportes eletrônicos para criar a estrutura de uma nova empresa atuante nos negócios dos games e eSports,Black Dragons, fundada por Nicolle Merhy, uma personalidade dos eSports, conhecida no meio pelo nickname Cherrygumms. Nicolle, que tem um histórico de pioneirismo nos esportes eletrônicos, pareceu uma escolha lógica. A nova unidade de negócios estará dividida em quatro pilares de atuação: campeonatos, influenciadores, agência de comunicação e educação.

/Cashing Up
Deals que movimentaram o mercado

16/ Lojas Renner faz 1º aporte de seu fundo de CVC em startup de logística

Criada em março, a iniciativa de corporate venture capital (CVC) da rede varejista de moda tem R$ 155 milhões para investir em startups. Primeiro aporte foi feito na Logstore, logtech que ajuda na distribuição de produtos por lojas físicas. A Lojas Renner não é a única varejista que nos últimos tempos se interessou por corporate venture capital. Pode-se dizer que esta intenção está, quase que literalmente, na moda. Empresas como Grupo Soma e Arrezzo&Co também já possuem iniciativas para se aproximar de novas empresas de tecnologia.

17/ Shopper está estruturando sua estratégia de M&A e pretende fazer a primeira aquisição ainda este ano

A primeira compra da Shopper será uma empresa de software, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento dos sistemas da companhia, que atuam em diversas áreas como previsão de demanda e roteirização das entregas. A transação será apoiada pelos últimos aportes da companhia, que recebeu R$ 290 milhões em investimentos em 2021 da gestora Quartz, a  empresa de alimentos Minerva Foods, o fundo soberano de Cingapura GIC, entre outros. A Shopper diz não ter decidido a empresa a ser adquirida mas está em conversa com alguns nomes e não descarta a aquisição de concorrentes, tendo em mente as bases de clientes, times e processos.

Continue Reading
300x250

Posts recentes

Categorias

Trending

Copyright © 2021 Morse News