News

RD Station em parceria com a Meta & as novas normas técnicas dos Apps

Big techs podem perder US$ 300 bilhões em valor de mercado após decepção dos resultados

Published

on

/What´s Up?

O que agitou os últimos dias em nosso mercado

01/ RD Station se une à Meta para fomentar o marketing digital via WhatsApp com 3 novos produtos

A Rd Station, adquirida pela Totvs no ano passado por R$ 1,86 bilhão, anunciou nesta quarta-feira (26), em seu evento RD Summit, uma parceria oficial com a Meta no Brasil e na América Latina com objetivo de melhorar a experiência dos clientes e gerar leads e vendas de forma mais rápida e eficiente. A companhia, que já oferecia recursos básicos como adicionar o botão do WhatsApp no site e a extensão do Chrome WhatStation, agora terá 3 novos produtos focados na integração de suas plataformas com os canais conversacionais da Meta.

02/ Apple aumenta preços de Apple Music e TV+ em meio a setor competitivo

A medida corre o risco de dar aos rivais uma vantagem em um setor de streaming altamente competitivo. A empresa aumentou o preço do Apple Music de US$ 10,99 por mês (R$ 21,90 por mês no Brasil) para pessoas físicas, com efeito imediato, tornando-o mais caro do que os serviços da Spotify e Amazon. Já o preço do Apple TV+ subirá de US$ 4,99 para US$ 6,99 (R$ 14,90 no Brasil). A empresa disse em comunicado que o aumento do preço do Apple Music se deve a “um aumento nos custos de licenciamento” e que artistas e compositores agora ganharão mais dinheiro. Ao explicar o aumento da TV+, a Apple disse que o serviço foi lançado “a um preço muito baixo” porque começou com apenas alguns programas e filmes. 

03/ Big techs como Microsoft e Alphabet podem perder US$ 300 bilhões em valor de mercado após decepção dos resultados

Com os resultados trimestrais decepcionantes da Alphabet, bem como os da Microsoft e da gigante de semicondutores Texas Instruments, uma onda de vendas das ações (sell-off) foi desencadeada e ameaça eliminar mais de US$ 300 bilhões em valor de mercado de algumas das maiores empresas americanas. A notícia está frustrando as estimativas de que a venda de US$ 5,5 trilhões em ações de tecnologia este ano já tivesse atingido o fundo do poço. Os resultados trimestrais destacaram a crescente pressão sobre as empresas, desde despesas corporativas de TI até gastos com anúncios digitais e chips para maquinário industrial. 

04/ Meta apresenta declínio de receita e investidores expressam preocupações com o metaverso

A receita da Meta diminuiu 4% ano após ano chegando a US$ 27,7 bilhões; mas o CFO da Meta, David Wehner, apontou hoje em call que parte desse declínio se deve à inflação. Enquanto isso, a receita líquida foi de apenas US$ 4,395 bilhões, abaixo de US$ 9,94 bilhões ano após ano. Esse declínio na receita se deve principalmente ao enorme investimento da Meta no metaverso. Reality Labs, a divisão de realidade virtual da Meta, perdeu US$ 3,7 bilhões neste trimestre.

/Following Up

Aquelas notícias que merecem um retorno 

05/ Vivo acelera suas apostas em serviços financeiros com R$ 160m em empréstimos

A operação de crédito pessoal da operadora (o Vivo Money) alcançou R$ 160 milhões em empréstimos ao fim do terceiro trimestre. “Nós estamos no caminho certo e sabemos como fazer”, declarou o CEO da empresa, Christian Gebara, durante call com analistas nesta quarta-feira, 26. Como já apontado pela Vivo, um dos caminhos vislumbrados é associar os empréstimos ao portfólio de produtos da empresa, passando por smartphones, notebooks e outros produtos correlatos. A empresa está pilotando a possibilidade enquanto expande a oferta do Vivo Money junto à base de clientes.

06/Vivo registra aumento de 33% nas ofertas de serviços digitais B2B

Além dos serviços financeiros, a Operadora tem avançado em outras frentes de negócios e crescendo sua presença em ofertas de serviços digitais B2B. A operadora registrou incremento de 33%, indo de R$ 1,9 bilhão para R$ 2,5 bilhões nestas operações. O montante representa 5,3% do total de receita da operadora no mesmo período. Por serviços digitais a empresa oferece cibersegurança, serviços em nuvem, IoT+ Messaging, além de soluções digitais e ofertas de equipamentos.

/Coming Up

Radar do Morse sobre novas tendências, produtos e serviços

07/ Apps ganham norma técnica de acessibilidade da ABNT com foco em 17 milhões de pessoas no Brasil que possuem alguma deficiência

A NBR 17060, criada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em parceria com o CGI.br e a colaboração de mais de 90 especialistas que trabalharam nesse projeto ao longo dos últimos dois anos,ord é a norma técnica para acessibilidade em aplicativos e sites móveis. A proposta é que eles sejam acessíveis para pessoas sem visão; com visão limitada; sem percepção de cor; sem audição; com audição limitada; sem fala; com manipulação ou força limitadas; com alcance limitado; com epilepsia fotossensível; ou com cognição limitada. Estima-se que haja mais de 17 milhões de pessoas com alguma deficiência no Brasil. A norma é composta por 54 requisitos e recomendações divididos em quatro grupos: 1) percepção e compreensão; 2) controle e interação; 3) mídia; e 4) codificação.

08/ Disney lança experiência web3 para sua loja online Disney Music Emporium 

Em parceria com a empresa Obsess, uma plataforma de comércio eletrônico conhecida por criar vitrines virtuais interativas, a Disney lançou uma nova experiência virtual 3D 360 que permite os fãs descobrirem trilhas sonoras e músicas de filmes e programas de TV populares da Disney clicando em vários discos de vinil e CDs em todo o espaço virtual. O programa de desenvolvimento de negócios da Disney, 2022 Disney Accelerator, trabalhou com empresas de tecnologia selecionadas no setor web3 para desenvolver novas experiências de entretenimento. Obsess é apenas uma empresa que a Disney selecionou para participar do programa este ano. Outras plataformas web3 que participam do Acelerador incluem Flickplay, Polygon e Lockerverse. 

/Gaming Up

Tendências, dados e notícias sobre o universo gamer para marcas. Projeto em parceria com a TripleA.Games

09/ ​​Itaú fecha parceria com Gaules para cocriação de produtos voltados à comunidade gamer

Alexandre Borba Chiqueta, o Gaules, dono de recordes de audiência em lives (já transmitiu para 710 mil pessoas simultâneas, o equivalente a mais de 10 Maracanãs lotados) fechou parceria com o Itau para a plataforma #IssoMudaOGame, que desde 2021 vem posicionando o banco do universo dos jogos eletrônicos de maneira orgânica. A cocriação envolve Gaules e seus fãs e será focada em produtos como um cartão exclusivo do Player’s Bank, a conta digital do Itaú destinada ao público gamer. Todo o processo de cocriação será feito diretamente por um canal exclusivo do Player’s Bank no Discord, aplicativo de comunicação utilizado pela comunidade gamer.

10/ Resultados do software Xbox cai à medida que as receitas de hardware crescem

A Microsoft divulgou seus resultados financeiros mostrando uma desaceleração no negócio de conteúdo e serviços do Xbox compensado por ganhos em hardware. Embora a economia em geral possa estar em forma difícil nos dias de hoje, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, disse que a empresa está bem posicionada para ter sucesso, independentemente. Apesar da queda no lado do software, as receitas de hardware do Xbox aumentaram 13% ano a ano, ajudando a empurrar o negócio geral de jogos para um território de receita marginalmente positivo.

/Cashing Up

Deals que movimentaram o mercado

11/ Cortex, após receber aporte de R$ 260m, anuncia aquisição total da Geofusion

A Cortex, empresa de inteligência de dados, que a menos de um mês recebeu uma nova rodada de investimentos, série C, no valor de R$ 260 milhões, anunciou a aquisição de 100% da Geofusion, empresa especializada em Geomarketing, fundada em 1996, mas “relançada” em 2008 oferecendo soluções de inteligência de dados e geolocalização para varejistas e negócios B2B2C, como fabricantes que comercializam os seus produtos em canais varejistas e marketplaces.

12/ Cadastra, empresa de soluções de marketing, tecnologia e data analytics, anuncia a aquisição da agência de e-commerce M3, uma das principais do Brasil e na América Latina.

Auxiliada e viabilizada pela Pipeline Capital, a operação visa alavancar a expansão internacional da Cadastra (que já possui uma unidade no Reino Unido) e a prestação de serviços de infraestrutura tecnológica para e-commerce, fortalecendo sua proposta híbrida e multidisciplinar para marcas na nova economia. A integração dos negócios irá formar uma empresa com mais de 600 profissionais e bases em cinco países. Com uma equipe de 125 profissionais (sendo 80 desenvolvedores), a M3 tem especial expertise em tecnologias VTEX e possui uma operação estabelecida na América Latina com escritórios na Argentina, Colômbia e México.

Continue Reading
300x250

Posts recentes

Categorias

Trending

Copyright © 2021 Morse News