Ghost Interview

A Tiktoker mais remunerada do mundo

Com 133 milhões de seguidores, Charli D’Amelio é a pessoa mais popular e mais remunerada do TikTok.

Published

on

A americana Charli D´Amelio de 17 anos começou a viralizar na plataforma em 2020 (época que o aplicativo explodiu nos Estados Unidos e no mundo) e hoje lidera o ranking de artistas mais bem remunerados na rede social. E o mais surpreendente é que o valor do quanto ela faturou no último ano (“Apenas” US$ 27,5 milhões) supera pagamentos de diversos CEOs e presidentes de grandes companhias, como Kevin Johnson da Starbucks e Chris Kempczinski, do McDonald’s. 

Além do alto faturamento e popularidade na plataforma, Charli fez diversas colaborações com marcas e celebridades, como Jennifer Lopez e Bebe Rexha. Ela até apareceu em um comercial no Super Bowl de 2020! Tornando-se a primeira criadora do TikTok a ser apresentada em um anúncio durante o evento. Além disso, em Hollywood, forneceu sua voz para o filme de animação StarDog e TurboCat e apareceu no The Tonight Show Starring Jimmy Fallon .

É de família! Sua irmã, Dixie D’Amelio também viralizou na plataforma e hoje as irmãs D´Amelio e seus pais se tornaram tão conhecidos que inspirou uma nova série documental chamada  The D’Amelio Show na plataforma Hulu.

E como o assunto deste ano envolve justamente como marcas e negócios podem engajar seus clientes e potenciais clientes nos novos ambientes, do social content ao metaverso, nosso papo de hoje é com a Charli para algumas dicas e curiosidades.


Charli, como foi que tudo começou? É verdade que você começou a viralizar através da dança? 

Então, eu tenho treinado dança desde os 3 anos e comecei a competir quando eu tinha 5 anos. A dança faz parte da minha vida desde sempre e eu fiz um vídeo que se tornou viral e meio que começou tudo! Foi um dueto com a @movewithjoy, que faz danças fáceis, em quea voz dela vai falando e você copia o que ela diz. Então eu fiz um dueto com o que ela fez e postei. Foram 90 curtidas… Depois 500 curtidas…então 10 mil curtidas…depois 50 mil e eu pensei “É isso, estou famosa” [Risadas] 

(Entrevista ao The Tonight Show Starring Jimmy Fallon – 11 de março de 2020)

Você imaginou esse crescimento todo?

Não! Eu lembro que quando atingi 100 mil seguidores, minha irmã disse: “Ok, acalme-se. Fale comigo sobre isso quando você atingir um milhão.” Eu estava tipo, “Eu nunca vou fazer isso. Isso é tão difícil.” Então se transformou nesses números grandes e loucos que eu nem consigo compreender.

(Entrevista a Variety – 5 de agosto de 2020)

O que mais te surpreendeu nessa jornada como TikToker reconhecida? 

Eu acho que o fato de que se tornou tão mainstream. Quero dizer, Justin Bieber está no TikTok., J.Lo está no TikTok. Eu sinto que as pessoas que ficam grandes em uma nova plataforma levam muito tempo para serem respeitadas neste mundo, o que eu vi apenas assistindo, e é muito louco ver como os TikTokers estão sendo capazes de fazer tudo isso.  Consegui estar com Jimmy Fallon e Live with Kelly and Ryan. E isso tudo foi em menos de um ano! 

(Entrevista a Variety – 5 de agosto de 2020)

O que é mais importante para as marcas e criadores na criação de conteúdo no TikTok?

Você precisa ser autêntico! Você não pode fingir um sorriso, você deve fazer algo que você gosta. O mais legal do TikTok é que tem trends todos os dias! Alguém faz um vídeo de dança ou de comédia que você pode adicionar seu próprio toque. São oportunidades. 

(Entrevista ao The Tonight Show Starring Jimmy Fallon – 11 de março de 2020)

Você vem co-criando com diversas marcas, como é essa experiência e o que você considera importante na relação da marca com o criador? 

Vem sendo incrível. Eu consegui co-criar um moletom com a equipe de design da Hollister 100% virtualmente, o que foi muito legal! Tem um toque especial meu nas peças… Eu e minha irmã também fizemos uma parceria com a MyMuse para lançar o programa Inspiration Foundation para ajudar a próxima onda de criadores a alcançar seus sonhos. Isso é muito importante para nós… Eu me sinto muito sortuda por ser uma criadora que seguiu um caminho não tradicional, então, naturalmente, adorei a ideia de me envolver com a MyMuse  e ajudar os outros a fazer o mesmo. 

(Entrevista ao The Ellen Show – 15 de setembro de 2021) 

(WorlTea News – 23 de setembro de 2021) 

(Campanha para Hollister – 8 de setembro de 2020) 

Qual é o maior desafio de ser uma criadora de conteúdo altamente reconhecida?

Eu sinto que o ódio é obviamente uma grande parte porque é doloroso, não importa quem você é e não importa quantos seguidores você tenha. Eu definitivamente não mudaria isso por nada no mundo, porque agora me deram essa voz onde as pessoas podem ouvir e ver as coisas que eu tenho a dizer. Eu só quero poder continuar a usar isso para espalhar uma mensagem positiva.

(Entrevista a Variety – 5 de agosto de 2020)

Por algum tempo, o TikTok foi destinado ao público mais jovem, contudo, cada vez mais vemos o público adulto aderir a rede social, o que você tem achado disso?

O TikTok está aproximando muito os jovens e seus pais, o que é muito legal! Vejo muitos pais e filhos dançando juntos. Acho incrível que seja tão inclusivo para pessoas de todas as idades! 

(Entrevista a Highsnobiety

Como são seus pais em relação a sua fama?

Meus pais sempre foram: ‘Não importa quantos seguidores você tenha. Você ainda tem que lavar a louça e tirar o lixo. Eles não me colocam em um pedestal. E eu sempre fui grande em ter certeza de que o que eu coloco na Internet sobre mim é algo que eu gostaria que todos vissem. Sou adolescente e obviamente não vou fazer as escolhas certas 100% do tempo, mas faço o meu melhor para ser a melhor pessoa que posso ser, dentro e fora da tela. 

(Entrevista a Highsnobiety)

The D’Amelio Show documenta momentos difíceis seus e da sua família com a sua ascensão no TikTok e com o ódio que existe nas redes sociais. Como você se sente em relação a isso? 

Sinto que fica mais difícil a cada dia…Sou responsável por todos ao meu redor. Cada pessoa que trabalha para minha família (D’Amelio Family Enterprises) me pressiona. Se eu quisesse sair, bem, agora eles não têm emprego…É difícil. 

(Entrevista a Elle – 3 de setembro de 2021)

Por que fazer o documentário The D’Amelio Show

É importante que mostremos o interior de nossas vidas e como é realmente, não nós sorrindo na frente da câmera e agindo como se tudo estivesse perfeito o tempo todo. Isso não é a realidade, mas é o que as pessoas querem ver de nós. Isso não é real. Sinto que uma vez que encontramos a equipe que estaria pronta para retratar a verdade, foi isso que o tornou tão interessante…Acho que o mais importante é que o que estaremos colocando lá e a nossa verdade

(Entrevista a Elle – 3 de setembro de 2021)

(Entrevista ao ET Online – 1 de setembro de 2021)

Continue Reading
300x250

Posts recentes

Categorias

Trending

Copyright © 2021 Morse News