Betting Up

Nike, Tinder e Microsoft no Metaverso

Metaverso: a palavra virou foco para marcas. E aqui você encontra to. as as notícas sobre quem está querendo entrar nele.

Published

on

01/ Nubank quer virar operadora?
Pelo menos segundo os documentos que a fintech mandou para abrir o capital nos Estados Unidos, há um plano para a entrada neste mercado. No documento, eles falam “acreditamos que existem oportunidades semelhantes para simplificar a vida diária de nossos clientes ao ‘disruptar’ (sic) os modelos existentes em setores como comércio eletrônico, saúde e telecomunicações”. O banco digital revelou que tem uma base de 48,1 milhões de clientes. A operação, segundo analistas, deve levantar algo próximo de R$ 16,8 bilhões, fazendo a fintech brasileira chegar ao valor de mercado de US$ 50,6 bilhões (uau!)


02/ TikTok chega nas TVs
Sim, o app de microvídeos foi lançado na Fire TV, o device da Amazon que transforma os televisores em SmartTVs. Agora, a partir do app, os conteúdos em vídeo do TikTok serão vistos na telona. O questionamento fica aqui para: como o algoritmo vai funcionar na televisão. E, principalmente, como será a experiência de ver os vídeos curtos na vertical em televisões operadas por um controle remoto? Ah, e como ficam os comentários?!

03/ Meta planeja abrir lojas de varejo
O pulo do Facebook para se tornar uma plataforma de Metaverso pode estar sendo, na real, um pulo para a empresa se tornar uma companhia de hardware. Pelo menos é o que estão indicando as notícias. Segundo a imprensa norte-americana, o FB, ou melhor, Meta, está preparando lançar lojas físicas para a venda de seus headsets e para as pessoas “entenderem” o que é o ambiente virtual prometido pelo Metaverso.


/Following Up
Novidades dos assuntos que já temos acompanhado por aqui

04/ Netflix lança jogos para Android
O serviço de streaming tinha anunciado em julho que entraria no mercado de jogos. Pois bem, entraram. E direto nos games do celular. Os assinantes da Netflix poderão acessar os jogos no app. A nova feature começa a operar em sistemas Android e com um jogo da série Stranger Things. Para a gente, fica a lembrança de como a Netflix lançou, bem, a assinatura digital: como uma aba pequena para os seus clientes de assinatura de entrega de DVDs nos Estados Unidos.

05/ Metaverso? Microsoft tá dentro (do seu próprio)
Não é só o Facebook que está de olho no Metaverso. Na semana passada, a Microsoft lançou uma série de features dentro do Teams pensando nesse ambiente digital imersivo, quase que um metaverso parte 1. A empresa de Satya Nadella colocou para funcionar os avatares em 3D e a possibilidade de se fazer reuniões em realidade virtual. A meta da Big Tech (entenderam a piada?!) é permitir que os usuários consigam colaborar usando os softwares da Microsoft neste ambiente puramente digital até o meio do ano que vem. Que a corrida para o metaverso comece.


06/ Facebook, YouTube, Twitter e Snapchat perdem US$ 10 bilhões com mudanças da Apple
Segundo pesquisa feita pelo Financial Times, esse foi o montante que as empresas de tecnologia perderam, combinadas, apenas em Ads digitais. A queda veio após as novas regras de privacidade da Apple, que diminuíram o acesso dos apps a dados dos usuários, impedindo o Target de audiência mais certeiro. Nessa mesma época, vejam só, a Apple acelerou nos Ads Digitais… Talvez fique claro por que o Zuck quer criar seus próprios hardwares… 🙂

07/ Facebook oferece a criadores links direto para venda
Numa alfinetada na Apple (sério, Zuckerberg até citou a Apple aqui), o Facebook lançou sua plataforma para criadores criarem links diretos de vendas de assinatura do seu conteúdo. Segundo Zuck, o pagamento será integral dos criadores, sem a tal da taxa de “30%”. O que significa que, sim, algumas páginas de Facebook agora poderão ter assinatura (entre US$ 5 e US$ 20). Zuck também prometeu que quem participar dessa plataforma terá acesso à sua base de e-mails e assinantes. Enquanto isso, grandes publishers digitais norte-americanos como a The Atlantic e a The Information estão absorvendo newsletters populares pagas para dar um boost na aquisição de novos usuários. 


/Coming Up
Radar do Morse sobre novas tendências, produtos e serviços

08/ Mercado Livre coloca plataforma de live Commerce no ar
A Mercado Livre Live vai exibir programas ao vivo, todos os dias, dentro do aplicativo Meli. Num futuro próximo, o objetivo é que os vendedores do marketplace possam entrar na plataforma e “venderem seu peixe”. O próximo passo, segundo o Mercado Livre, é permitir que qualquer pessoa possa vender seus produtos ao vivo.

09/ Push Notification virou mania nos Estados Unidos
Tudo isso por causa de um aplicativo chamado Push it. O app, que está bombando na App Store gringa (passou parte da semana passada em primeiro lugar como o mais baixado por lá), permite que amigos mandem mensagens em Push Notification entre si. O fenômeno não veio do nada, o aplicativo foi criado e lançado pelo Senti, uma aplicação que cresceu um tanto ao criar uma ferramenta tipo “perguntas e respostas anônimas” dentro do Snapchat. O Push It, no entanto, permite que o usuário mande notificações em push para todos os seus seguidores automaticamente.


10/ Zoom testa mostrar ads para usuários
A publicidade digital vai aparecer em forma de banners e links na página final de cada reunião feita por usuários que optam pelo plano grátis. Apesar dos anúncios não aparecerem durante as reuniões, essa é uma feature que tem potencial de trazer receita importante para os apps de videoconferência. Segundo a empresa, os dados do conteúdo da reunião ou do webinar não serão usados para criar o Target dos ads.


11/ Next lança marketplace e aposta em cashback
A fintech do Bradesco lançou o NextShop, um marketplace com 13 mil produtos de lojas parceiras como Casas Bahia, Ponto, Extra, Samsung e Multilaser. O banco digital está seguindo a cartilha do Inter e está apostando no cashback com retorno imediato para seus clientes. Para a gente, é interessante ver o marketplace sendo usado para aumentar o LTV dos clientes.


12/ Nike se prepara para o metaverso
Marca fez o pedido para sete patentes e marcas diferentes, todas ligadas a bens virtuais. Os planos da Nike são de dar prioridade para o espaço digital e para a conversa direta com os consumidores nesse mundo. Sim, podem esperar que aparentemente, vai ter AirJordans no Metaverso.


13/ E se até os dates entrarem no metaverso?
O Match Group, dono do app Tinder, está preparando a sua entrada no metaverso. E como? Eles pretendem fornecer a plataforma para experiências digitais ao vivo, bem como a venda de produtos completamente digitais, já contando aqui com a rede de usuários “de carne e osso” que usam o aplicativo de encontros. O Match está planejando até mesmo a criação de avatares e também de uma moeda digital. E aí, você iria num encontro às cegas num ambiente virtual?


/Cashing Up
Deals que movimentam o mercado

15/ Chiligum é comprada pela Vidmob
A operação fortalece o mercado de dados e de criatividade digital. Aqui é uma notícia que é quase “da casa”. Porque a Deborah Folloni, CEO e fundadora da Chili, e o Camillo Barros, head de parcerias da Vidmob, já passaram por aqui no MorseCast!


16/ Startups brasileiras já somam US$ 8 bilhões em investimento no ano
A quantidade é 120% maior do que todo o volume aportado no ano de 2020. Só em outubro, de acordo com dados da Distrito, foram US$ 779 milhões investidos. Parte desses números se deve à Hash, fintech brasileira de pagamentos, que levantou US$ 40 milhões de uma vez.
 

17/ QuintoAndar abre centro de tecnologia em Portugal
O unicórnio brasileiro tem projeto de crescer na Europa a partir do seu Centro de Tecnologia, localizado em Lisboa. O primeiro país com operação do app fora do Brasil será o México, e o Centro passará a funcionar em março do ano que vem.


18/ Fazenda Futuro capta R$ 300 milhões e já chega ao valuation de R$ 2,2 bilhões
A startup de carnes plant based recebeu aporte liderado pelo BTG Pactual e pela Rage Capital, que já investiam na empresa. O interessante aqui é que a foodtech triplicou o seu valor de mercado em menos de um ano. Agora a companhia mira o crescimento no mercado norte-americano.


19/ IBM lança a Kyndryl, o seu spinoff de serviços digitais
A gente informou há alguns meses que a IBM faria isso, de qualquer forma, quando uma BIG Tech faz esse movimento, precisamos reiterar. Nesta semana, a IBM lançou a Kyndryl, nova empresa vinda do spinoff da área de serviços digitais e consultoria da IBM. Só para terem uma ideia essa estreante já começa com uma receita de US$ 19 bilhões.

Continue Reading
300x250

Posts recentes

Categorias

Trending

Copyright © 2021 Morse News