Free Billabong Skips

20 de agosto de 2018 Off Por morse

O Spotify está fazendo um teste na Austrália que permite aos usuários da versão gratuita pular anúncios de áudio e vídeo assim que o conteúdo começar a ser reproduzido. O formato, chamado “Active Media”, já é adotado por outras plataformas de entretenimento, na qual o público pode dispensar uma publicidade caso os primeiros segundos da propaganda não tenham chamado a atenção.

Mirando longe

Enquanto, a curto prazo, é bem provável que o Spotify receba menos receita vinda dos anúncios, a estratégia pode se mostrar valiosa ao longo do tempo. Isso porque, com as pessoas optando por ouvir apenas os anúncios que acharam interessante, a companhia consegue delinear uma segmentação de público muito mais avançada e qualitativa.

Além disso, a marca também terá como orientar anunciantes a respeito de quais estilos de propaganda o público-alvo buscado costuma engajar com maior frequência. E, com anúncios que convertem mais, a companhia sueca tem bala n’agulha para vender suas soluções por um preço mais caprichado, digamos assim.

Segmentar para enricar

A gente já comentou por aqui sobre os resultados do estudo lançado pela Pandora, que também é uma plataforma de streaming de música, sobre um possível equilíbrio entre as receitas geradas pelo serviço de assinatura e a opção de gratuidade com anúncios. Para relembrar: um dos principais insights da pesquisa mostrava que o nível de abandono da plataforma era menor em usuários impactados com anúncios altamente personalizados. Pelo visto, não foi só a gente que deu uma olhada no paper.